André Braga

Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Pesquise

 

Publicações

Para Florbela

Ele lê mim

Poesia gera poesia

Manoel de Barros

MundoMundano e o seu novo...

2º livro do MundoMundano

Roberto Piva

Florbela

No Espelho do Relicário

Olhos de Cecília

Lançamento: Plenitude - V...

Lançamento: Antologia de ...

Lançamento do meu livro: ...

Mais Valia

Florbela - Didicatória

Primeira entrevista - Câm...

Lançamento: Os mais belos...

Lançamento: Antologia de ...

Lançamento: Antologia de ...

Lançamento: Antologia de ...

Lançamento: Um traço, UM ...

Lançamento: Diálogos que ...

Lançamento: Minhas Eterna...

Confira também




subscrever feeds

Domingo, 27 de Setembro de 2020

Para Florbela

 

Às vezes escrevo versos raros

tão raros que os guardo para ti

Versos afeitos aos teus ardorosos

poemas, os mais cálidos que já li

 

Teço, de raro em raro verso

mesmo com vocabulário parco

uma ode que a ti com eles faço

fulgor sincero do meu peito emerso

 

E por essas linhas mal traçadas

dois tercetos duas quadras

rogo à su'alma de bela poetiza

 

Nossas vidas em cosmos separadas

mas por afinidade outrora unidas

se aproximam agora por essa poesia

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 18:01
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 1 de Agosto de 2013

Ele lê mim

 

e lê lê

ele lê

ele leme

ele lê me

ele lê mim

ele lê mins

ele lê mins que

 

Ele

Leminski

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 03:58
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 17 de Novembro de 2012

Poesia gera poesia

 

Não é difícil o quanto pensamos

Muito menos é uma proeza

 

Vileza não se acaba com reza

pra viver em harmonia

é só seguir uma alegria:

gentileza gera gentileza

 

 


Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 13:18
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 21 de Dezembro de 2011

Manoel de Barros

 

Quando se lê Manuel, gente se árvore

chega  brotar passarinho

na cuca

e caramujo

na alma

 

Trilha aberta na mata por palavra

pra ouvir o silêncio da pedra

 

Deita grama no verde

pra ver céu

riscado brilhoso

de lesma

 

Um rio que passa atrás dos olhos

 

Manoel é de barros

eu sou menos

sou de asfaltos

 

 

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 12:49
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sexta-feira, 18 de Novembro de 2011

MundoMundano e o seu novo mundo

 

Está à venda o 2º livro do MundoMundano. Nessa edição foram publicados dois textos meus!

 

Compre-o!

 Clique aqui e saiba como adquiri-lo.

 

Publicado por AB Poeta às 18:55
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Terça-feira, 25 de Outubro de 2011

2º livro do MundoMundano

 

MundoMundano se prepara para lançar seu segundo livro de contos, crônicas, poesias e afins, e eu tenho a honra e felicidade participar dessa segunda edição.

 

Todos estão convidados para a festa de lançamento.

 

 

Publicado por AB Poeta às 12:52
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Segunda-feira, 29 de Novembro de 2010

Roberto Piva

 

 

Roberto Piva - 1937/2010

 

Clique no assunto: , , , , ,
Publicado por AB Poeta às 19:50
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 28 de Novembro de 2010

Florbela

 

Quando teu olhar cruzou com minha dor

Voltei ávido para a vida

De forças renovado para a lida

E entendi o significado da palavra Amor

 

Obrigado minha Flor

 

 

 

Florbela Espanca - 1894/1930

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 13:01
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 27 de Novembro de 2010

No Espelho do Relicário

Não costumo publicar poemas não meus no blog, mas me identifiquei muito com este, dum poeta amigo:

 

 

No Espelho do Relicário

(Do poeta Teofilo Tostes Daniel ao amigo maluco Marcelo Tosta, o título e o poema)

 

Cansei de ser um personagem secundário,

E justo dentro desta minha própria vida!

Já me cansei de ter a essência corroída

Sempre por mim, em meu espírito sectário.

 

Não mais desejo eu habitar meu relicário,

Já tão vazio de meu rosto e da querida

Lembrança física de um tempo em que ferida

Era somente um anormal vocabulário

 

O que é tristeza e o que é meu peito eu já não sei.

O meu sorriso é tão sincero quanto à lei

Que, nos meus olhos, rege límpida maré.

 

Há secas lágrimas, furtivas esta noite!...

Desde a epigênese que sofro este açoite:

Estou sozinho desde a “Arca de Noé”.

 

 

Do livro: Poemas para serem encenados

http://www.teofilotostes.blogger.com.br/

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 10:08
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 24 de Novembro de 2010

Olhos de Cecília

 

I

 

Tenho olhos de Cecília

Quando penso em meu Anjo

Enquanto ando pela cidade

 

Tu, Anjo, és a minha maravilha

Que aparece como encanto

Nos meus olhos que se fecham de saudade...

 

II

 

Correrei pelos canteiros

Todos e por inteiro

Como última proeza

Atrás da framboesa

Que brota de tua boca

 

Meus dedos longos em teus cabelos

Negros novelos feitos de noite

Uso-os de açoite nos versos que invento

Não mais de tristeza e sim de contentamento

 

 

 

 

Pra ouvir: Canteiros

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 20:14
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | ADD favoritos
Quarta-feira, 30 de Junho de 2010

Lançamento: Plenitude - Versos de Encantamento

 

Meu poema Sol a cio será publicado na seleção Plenitude - Versos de Encantamento da Câmara Brasileira de Jovens Escritores. Clique aqui, leia o poema e veja como adquirir o livro.

 

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 19:56
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Terça-feira, 22 de Junho de 2010

Lançamento: Antologia de Poetas Contemporâneos

 

Meu poema O homem debaixo do banco será publicado na Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos nº 67 da Câmara Brasileira de Jovens Escritores. Clique aqui, leia o poema e veja como adquirir o livro.

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 14:47
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Terça-feira, 15 de Junho de 2010

Lançamento do meu livro: Poemas Errados

Dia 18/07 lançarei meu primeiro livro de poesias: Poemas Errados (dias intranqüilos)  http://poemaserrados.blogspot.com

 

Será na Biblioteca de São Paulo. Já agende esse dia, você está convidado!

 

 

 

Clique no assunto: , , , , ,
Publicado por AB Poeta às 14:07
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sexta-feira, 11 de Junho de 2010

Mais Valia

 

Houve um dia

Em que o poeta

Mais valia

Dentro do bolso

Do que dentro

Do livro

 

O déficit educacional

Faz do poeta

Um zero

(a) (de) esquerda

 

Mas vale

Apostar as fichas

Nessa equação

Desigual

 

A poesia

Menos vale

Quanto mais

Valer

A Mais Valia

 

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 20:42
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 5 de Junho de 2010

Florbela - Didicatória

 

Dedicatória

 

É só teu o meu livro; guarda-o bem;

Nele floresce nosso casto amor

Nascido nesse dia em que o destino

Uniu o teu olhar à minha dor!

 

Florbela Moutinho

 

 

 

 

 

OBS: Não costumo postar poemas alheios, mas não encontrei na net esse da Florbela Espanca. Agora ele está aí. Esse foi o poema que rachou a minha cabeça.

 

Poemas e Florbela Espanca. L&PM Pocket. Vol 1. 2008.

Origianal: Trocando Olhares (1915-1917)

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 20:48
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 29 de Maio de 2010

Primeira entrevista - Câmara Brasileira de Jovens Escritores

 

 

Minha primeira entrevista como escritor, para a CBJE, clique aqui e leia.

 

 

 

Seleções que participei da CBJE:

 

 

Contos além da imaginação

 

Contos de amor e desamor

 

O melhor do conto brasileiro

 

Contos de outono

 

Contos da madrugada

 

Os mais belos poemas de amor

 

 

Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos:

 

Vol. 63

 

Vol. 64

 

Vol. 65

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 06:11
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 15 de Abril de 2010

Lançamento: Os mais belos poemas de amor

 

Meu poema Em diante foi selecionado para integrar o livro Os mais belos poemas de amor, da CBJE (Câmara Brasileia de Jovens Escritores).

 

 

 

 

Clique e saiba como adquirir o livro.

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 12:18
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 14 de Abril de 2010

Lançamento: Antologia de Poetas Bras. Contemporâneos - Vol. 65

Meu poema Passarinho foi selecionado para integrar a Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos - Vol. 65, da CBJE (Câmara Brasileira de Jovens Escritores).

 

 

 

Saiba como adquirir o livro, clique aqui.

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 12:10
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sexta-feira, 19 de Março de 2010

Lançamento: Antologia de Poetas Bras. Contemporâneos - Vol. 64

 

 

Meu poema Horizonte foi selecionado para integrar a Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos Vol. 64 da Câmara Brasileira de Jovens Escritores. Para adquirir o exemplar entre em contato com a editora clicando aqui.

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 13:25
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010

Lançamento: Antologia de poetas brasileiros

 

Um dos meus poemas foi selecionado para compor a Antologia de Poetas Brasileiros Cantemporâneos - vol. 63. O poema é o Cada Parte.

 

Para adquirir o exemplar é só entrar em contato com a editora através do site da Câmara Brasileira de Jovens Escritores: http://www.camarabrasileira.com/

 

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 15:24
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda


Poesias declamadas



Todas as publicações

Clique no assunto

todas as tags