André Braga

Julho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Pesquise

 

Publicações

Ave maria

Um café pra dois

A Caverna do Dragão

A peste

Amor nos tempos de corona...

O grande mentecapto

Próxima cena

Epitáfio

O pobre brasileiro

E daí?

O capitão chupeta

A canetada saiu pela cula...

A verdadeira história de ...

Amor nos tempos de corona...

Quarentena

Confira também




subscrever feeds

Sábado, 27 de Junho de 2020

Ave maria

 

Vamos homenagear esses mortos

não importa quem nem quantos são

Interessante serão os futuros votos

da manada, para a próxima eleição

 

Chamem o sanfoneiro, corvo de plantão

e outras aves de rapina, aumenta o cordão

Rezem algo para esconder nossa vilania

traveste o horror numa bela “Ave Maria”

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 00:16
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 13 de Junho de 2020

Um café pra dois

 

Hoje acordei e fiz o café

do jeito que te agrada o paladar

Apesar de tua ausência

aquela essência de nós

se espalhou pelo ar

 

No calor do banheiro, olho o espelho

mal vejo a mim mesmo:

o sorriso escondido, até distorcido

embaçado semblante, distante

num carinho perdido

 

A casa vazia, a xícara na pia

com pouco ainda do teu gosto

A marca da boca na borda da louça

um fundo de cor na memória

da nossa história, aos goles escrita

 

Quanto tudo passar e você retornar

estaremos aqui: a cama, a mesa

a luz da certeza, de um café

pra nós dois

 

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 14:03
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | ADD favoritos
Quarta-feira, 10 de Junho de 2020

A Caverna do Dragão

 

O Mestre dos Magos foi convocado

para transformar a realidade em ficção

recontar os corpos dos infectados

“melhorar” a imagem da Caverna do Dragão

 

Mas logo desistiu, não topou a desventura

ao lado do Vingador. Disse ao discípulo:

“eu não, Presto, essa missão é infortuna

Tiamat deve despertar, vencer o chifrudo

e o caminho retomar, onde mora o futuro”

 

Essa estória sem fim sempre vira do avesso

e a turma de heróis é quem paga o preço

crendo em algozes, ladrões inconfessos

partindo eternamente do mesmo começo

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 00:22
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Segunda-feira, 1 de Junho de 2020

A peste

 

Desfila sobre o cavalo

a ave de rapina

e a boiada em polvorosa

cumpre sua sina

de ser gado de corte

alegria de quem rumina

 

Carcará sobre o cavalo

“coroné” de milícia

cavaleiro do diabo

de ódio contamina

preza pelo apocalipse

e ver a pátria em ruínas

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 21:29
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 28 de Maio de 2020

Amor nos tempos de coronavírus II

 

Existe um lado meu

que só existe ao lado teu

e o distanciamento involuntário

fez desse lado um solitário

 

Não há máscara que proteja

dessa obrigatória tristeza

Cativo, no limite da obediência:

coexistir é uma dependência

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 19:40
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 20 de Maio de 2020

O grande mentecapto

 

“A Tubaína é doce, a cloroquina, não”

ri o presidente, seu sorriso obscuro

ao vivo na live, para toda a nação

Com esse governo estaremos seguros

bem guardados, a sete palmos do chão

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 02:22
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 13 de Maio de 2020

Próxima cena

 

Já perdi as contas

de quantos beijos vou te dar

Esse déficit de amor

você há de me pagar

 

E vou te cobrar juros

fazer juras e cenas

e quero receber em beijos

beijos desses de cinema

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 22:58
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 6 de Maio de 2020

Epitáfio

 

Quantos cabem numa cova?

O Covid nos dirá!

Liguem a retroescavadeira

cabe mais um, é só alargar

 

Estávamos à beira da cova rasa

agora entramos numa funda

“E daí?”, essa mensagem imunda

será o epitáfio de sua nova casa

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 00:22
Link do post | Comentar | ADD favoritos

O pobre brasileiro

 

Amontoado no hospital

Amontoado no cortiço

Amontoado no ônibus

Amontoado no trem

Amontoado na fila

Amontoado na cova

 

Amontoado numerário, nem viu

Amontoado político, um covil

Amontoada pátria vil

farra armada, Brasil

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 00:20
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 30 de Abril de 2020

E daí?

 

“Não sou coveiro”

mas é ave de rapina

corvo sobre a lápide

bicando sua retina

 

“Não faço milagres

mas sou messias”

e desses de araque

mentiroso malaquias

 

A quem muja em seu favor

“covid é tudo invenção!”

Mais uma prova do horror

sem noção, que virou a nação

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 01:04
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 8 de Abril de 2020

O capitão chupeta

 

O capitão chupeta

pirado da cachola

de inveja do Mandetta

tacou-lhe a corneta

sem sucesso...

 

Enfiou a caneta

no bolso da gandola

guardou a vendetta

calou a lingüeta

enfim um progresso

 

Clique no assunto: , , , , ,
Publicado por AB Poeta às 21:00
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Terça-feira, 7 de Abril de 2020

A canetada saiu pela culatra

 

Egolatria?

“Pau-pequenismo”?

Ou falta de noção?

 

A competência do Mandetta

brilhou mais que as estrelas do capitão!

Há quem diga que é tudo “conspiração”

mas é pura paranoia, usada como muleta

 

Mesmo o decrépito “possuindo a caneta”

o bom trabalho superou a força do “destino”

e se a estrela do ministro “subiu à cabeça”

a do capitão desceu para o intestino

 

 

Clique no assunto: , , , , ,
Publicado por AB Poeta às 01:00
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sexta-feira, 3 de Abril de 2020

A verdadeira história de um brasileiro

 

Lá vai ele, o brasileiro
com seu livreto na mão
largando a ciência no bueiro
crendo ter fé na sua oração

Pandemia é coisa do estrangeiro
“a gente não pega isso aqui não”
Nadando no esgoto, meio ao lameiro
bichos escrotos “garantem” imunização

Na quarentena fez esperneio
“a economia não pode parar não!”
É a saudade de bater um pandeiro
apertado em meio à multidão

“Mas como ganharemos (mais) dinheiro?
Voltem ao trabalho!”, lhe disse o patrão
“Morrerá somente meio milheiro
e qualquer coisa, fujo daqui de avião”

"Orientações da OMS? Sou 'corneteiro'!
Comunistas, aqui nunca passarão!”
Quem sabe arrume emprego de coveiro?
O mercado muda conforme a ocasião

Fome, ele passa o ano inteiro
só agora isso virou preocupação
Oportunismo, demagogia, “marqueteiro”
cada hora aparece um com a “solução”

No embate político, está no meio
de um lado o civil, do outro o capitão
Independente do voto, ele está alheio
é o que mais sofrerá com a infecção

Parece que ele não percebe o entrevero:
doença, morte, dor, falta de consideração
A desgraça anunciada pelo jornaleiro
"teremos que usar os trens como rabecão"

Ricos ou pobres, todos são hospedeiros
os segundos são os que mais sofrerão
Segue a vida na esperança, o brasileiro
sem muita consciência da atual situação

 

Publicado por AB Poeta às 18:49
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Terça-feira, 31 de Março de 2020

Amor nos tempos de coronavírus

 

Sem toque, abraço ou amasso

separados por força maior

cada um em seu espaço

 

Mande-me um nude, um vídeo

dê à minha boca qualquer sabor

Alimento em tempo escasso

 

Viajando pelo ciberespaço

a imagem vai suprindo o desejo

até o encontro, o próximo beijo

 

Clique no assunto: , , , , ,
Publicado por AB Poeta às 18:44
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Quarentena

 

Todo mundo isolado

para que ninguém morra

Ela, princesa linda na torre

eu, desolado na masmorra

 

Um microscópico vírus

não infecta uma grande paixão

Logo tudo isso passa e nossos

suspiros aos ouvidos voltarão

 

Clique no assunto: , , , , ,
Publicado por AB Poeta às 18:40
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda


Poesias declamadas



Todas as publicações

Clique no assunto

todas as tags