André Braga

Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Pesquise

 

Publicações

Haicais na lápide

Herói servil

Fura-fila

Ensaio sobre a cegueira

O pária

Diálogos desencontrados

Tomando no centrão

Homem ao mar

Intolerâncias

Como as ruas já diziam

Impeachment já!

Doenças nossas de cada di...

O "astronada"

Restos da quarentena

Seres do pântano

A covid e o covil

Quando tudo passar

Infectados

Quiromania nossa de cada ...

Pasto Brasil II

O uso da máscara

Vacina

Canetazul

Coquetel da morte

Heroína nacional

O talco anal do palhaço

Ave maria

Um café pra dois

A Caverna do Dragão

A peste

Amor nos tempos de corona...

O grande mentecapto

Próxima cena

Epitáfio

O pobre brasileiro

E daí?

O capitão chupeta

A canetada saiu pela cula...

A verdadeira história de ...

Amor nos tempos de corona...

Quarentena

Confira também




subscrever feeds

Sábado, 10 de Abril de 2021

Haicais na lápide

 

 

as águas de março 

sem promessa de vida 

não teve vacina 

 

II 

 

as flores murcham 

no jardim do coveiro 

bem-ou-mal-me-quer 

 

III 

 

mais um que se vai 

negou a realidade 

a morte não mente

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 23:21
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 31 de Março de 2021

Herói servil

 

Oficiais de muitas estrelas

sob o coturno do capitão

que já dormiu em cela

e foi expulso da corporação

 

Um verdadeiro mandrião

estrela de muitas corruptelas

Será que não se envergonham

os que seguem esse bufão

 

A quem entrou nessa “missão”

não haverá condecoração

receberão sim a chancela

dos tribunais de exceção

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 13:15
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 27 de Março de 2021

Fura-fila

 

O velho regime não entra em fila

a plebe que espere a sua vez

Picanha, chiclete, vacina aos nobres

aos pobres os “brioches” e a lei

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 17:31
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Ensaio sobre a cegueira

 

O criacionismo

e sua sabedoria sem razão

O fanatismo

e o falso com status de religião

O negacionismo

e sua falta de compreensão

O tratamento precoce

e a sua total contraindicação

A ciência

em processo de demonização

A vida cotidiana

permeada pela falta da educação

O futuro...

será algum tipo de negação

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 16:34
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 21 de Março de 2021

O pária

 

"Olha lá o brasileiro 

é aquele infectado" 

Ser subdesenvolvido 

sempre estigmatizado 

 

"Dá para ele a cloroquina 

vira-lata não gosta de vacina" 

Povo feliz, de alma bovina 

viver na merda é a sua sina 

 

Ele elege quem o elimina 

seu algoz está "pouco se fodendo" 

pensa assim essa classe rapina: 

"lacaios, que morram nos defendendo" 

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 18:57
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Diálogos desencontrados

 

Cida:  - Você viu quem morreu? 

Geno: - Não sou coveiro. 

Cida:  - Foi de covid 19... 

Geno: - E o que você quer que eu faça? 

Cida:  - Mais pessoas vão morrer... 

Geno: - E daí? Todo mundo morre. 

Cida:  - A tua mãe tá vacinada, né? 

Geno: - Vai ficar com frescura, chorando? 

Cida:  - É melhor pararmos por aqui. 

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 18:51
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 3 de Fevereiro de 2021

Tomando no centrão

 

Mais uma eleição no senado 

Na câmara, mais uma votação 

Tudo armado, fake, combinado 

e a gente é que toma no centrão 

 

É festa, farra com dinheiro público 

propina, champanhe, muita diversão 

Fora da folia, apocalipse bíblico: 

pandemia, conflito, fome e caixão 

 

Dois mundos discrepantes 

um real e o outro idílico 

uma fábula sustentada pelo povo 

coletivo com problema cefálico

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 20:44
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2021

Homem ao mar

 

Um peixe fora d'água 

nadando contra a corrente 

desprezível ser incoerente 

à discórdia não dá trégua 

 

À deriva está o governo 

no mar de lama se afunda o demente 

como horizonte, possível inferno 

se afogue sozinho, senhor presidente

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 23:13
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2020

Intolerâncias

 

O culto à ignorância 

o ódio à razão 

Insólita circunstância 

ser contra a vacinação 

As mortes em abundância 

não chocam mais a nação 

Insensibilidade, arrogância? 

Pura falta de noção 

A quem provoca a beligerância 

entre entes da população 

só me resta a ânsia 

de vomitar sobre seu caixão 

e soterrar a ganância 

que apodrece seu coração

 

Publicado por AB Poeta às 08:50
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Como as ruas já diziam

 

Ei capitão 

não se esqueça 

quando vacinarem a população 

vamos pedir sua cabeça 

 

Quem só tem milico 

vira clone do Maduro 

Quem não tem visão 

tenta um golpe no escuro 

e a população 

num passado sem futuro 

 

As coisas da vida: 

o impeachment que ainda não veio 

é o início do fim 

nosso meio

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 08:48
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 27 de Dezembro de 2020

Impeachment já!

 

“A pandemia não existe

a extrema imprensa nos engana”

quem disse foi a mula sem cabeça

que preside a Terra Plana

 

Parece até que é mentira

combater a vacina é o seu plano

Contra a população ele conspira

elemento parvo, draconiano

 

A cada nova morte ele se anima

patriota de butique, quer ser tirano

Cair é seu destino e é essa nossa sina

o país não o aguenta por mais um ano

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 19:33
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 19 de Dezembro de 2020

Doenças nossas de cada dia

 

Temos um presidente? Não

Temos um parasita? Sim

Temos uma vacina? Não

Temos a pandemia? Sim

 

Temos consciência disso? Não

Defendemos os algozes? Sim

Planejamos o futuro? Não

Mas sabemos como será: fim

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 20:39
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Segunda-feira, 26 de Outubro de 2020

O "astronada"

 

O astronauta brasileiro

foi somente um passageiro

numa epopeia marqueteira

da velhaca política brasileira

 

Hoje, cercado de fanáticos

não passa de um lunático

Vendedor de travesseiros

faz da ciência um pesadelo

 

Um ministério de mistérios

na verdade, mais um fracasso

num governo de impropérios

iremos todos para o espaço

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 17:00
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020

Restos da quarentena

 

Silêncio no centro

o ritmo do vento

a lentidão do tempo...

 

Completamente vazios:

o estômago, o latão de lixo

o âmago... o espírito

 

A sós, o mendigo e o rato

dois milagres de Deus

brigam pelo último pedaço

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 18:25
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Seres do pântano

 

O cenário é pantanoso

para a alegria do curral

Mais um ato criminoso

atearam fogo no pantanal

 

Que presidente mentiroso

intencionalmente mau

Fez um discurso vergonhoso

em escala mundial

 

Chega a ser espantoso

tamanha cara de pau

Mas o que é mais curioso

é que ainda apóiam esse boçal

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 17:41
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 12 de Setembro de 2020

A covid e o covil

 

De “covid” para “covil”

só uma letra que diferencia

os algozes do Brasil:

a doença que não queremos

e a doença que elegemos

 

A pandemia um dia encerra

mas a desgraça ainda perdura:

o vírus se combate, a burrice dura

e ainda propaga a falta de cultura

Estamos bem longe da cura

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 17:15
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 9 de Setembro de 2020

Quando tudo passar

 

“Quando tudo isso passar

nós poderemos nos encontrar...”

 

Mas nesse meio tempo

talvez muita coisa tenha acontecido

e o que foi falado se torne falido

e nosso relógio seja atrasado

e o que era peso vire um grande pesar

e todos tenhamos um grande passado

eterno, para lamentar

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 00:29
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Terça-feira, 8 de Setembro de 2020

Infectados

 

Um passo de cada vez

muitos passos na multidão

Passos passam com avidez

dois pés juntos no caixão

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 21:30
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sexta-feira, 4 de Setembro de 2020

Quiromania nossa de cada dia

 

Falo, sozinho

sem fosso

estrangulado

entre os dedos

despeja o gozo

no fundo do ralo

 

Saudade e desejo

do côncavo poço

e seu caloroso

úmido abraço...

Breve delírio

no amor solitário

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 00:30
Link do post | Comentar | ADD favoritos (1)

Pasto Brasil II

 

O general de almoxarifado

que faz um bico na saúde

fez uma escolha amiúde

sem critério: um veterinário

 

Mais um à toa no ministério

e será responsável pela vacina

Pelo visto essa é nossa sina:

vida de gado, povo otário

povo feliz

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 00:27
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda


Poesias declamadas



Todas as publicações

Clique no assunto

todas as tags