André Braga

Junho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30

Pesquise

 

Publicações

Aquários

Bocaberta

Bonito na foto

O dia do Saci

O diamante da cidade

O alcoólatra

Triturados

Black Friday

Em ruínas

Banquete

Marcados

fossa

ossos do ofício

a rua e o rio

repartido

Black SP

momento moderno

metralhadora

pet shopping

obsoletar

...

dessigno

presente passado futuro

Sr Consumo

cida de

papo nada chat

amizade universitária

forma

danceteria

Hai-Ca(ss)i(a)

Nu espelho

presente

Poesia fútil

P de Vingança

Rato-Cola é isso aí!

Cruz credo

Horário de verão

Orbes

prédio e praça

Livrar-se

Corcovado

Errar é humano

Na Luz não há luz

Quadra

Tatu caminha no buraco da...

Educação

Mercado

O mendigo-gato

Acostuma

Falo

Confira também



subscrever feeds

Terça-feira, 22 de Junho de 2021

Aquários

 

IMG_20210622_163525_856.jpg

 

Publicado por AB Poeta às 22:30
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 21 de Fevereiro de 2021

Bocaberta

 

O que digo sobre o "lugar de fala" 

é que pode haver uma falha: 

se não há nada para dizer 

não há lugar que o valha

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 21:28
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2021

Bonito na foto

 

a beleza pura 

e analógica 

é a que mata 

minha sede 

 

sua beleza suja 

falsa 

só passa no filtro 

das redes

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 00:28
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 31 de Outubro de 2020

O dia do Saci

 

Hoje é dia do Saci

rei das travessuras

mas não tem a gostosura

da cultura estrangeira

 

Negro e perneta

uma lenda brasileira

que levou uma rasteira

do gringo halloween

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 20:34
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 1 de Outubro de 2020

O diamante da cidade

 

Uma mina de muitos diamantes

bem no centro da cidade

controlada por autoridades

e um bocado de outros meliantes

 

Os garimpeiros da selva de pedra

queimam o brilhante no cachimbo

amontoados, sujos na sarjeta

corpo e mente evaporam no limbo

 

Ninguém é inocente nesse garimpo

preciosidades perdidas, viciados

malfadados que vivem como ratos

e que morrerão na ratoeira do estado

 

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 22:51
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sexta-feira, 4 de Outubro de 2019

O alcoólatra

 

O alcoólatra sedento

na rua é um anônimo

Perdido na vida, caído

é só mais um esquecido

 

Ás vezes alguém lhe “ajuda”:

comida, roupa, palavra amiga

conselhos, algo que lhe acuda

Porém parece que nada o muda

 

Mesmo que a realidade o desiluda

se entregar ao acaso não resolve

e nem evita qualquer sofrimento

 

Muito pior: câncer, pancreatite aguda

neuropatias, outros males que o envolve

trará o seu fim, sozinho ao relento

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 00:46
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sexta-feira, 28 de Junho de 2019

Triturados

 

O animal morto

velado sobre a mesa

feito ao ritual do fogo

fatiado ao molho sangue

é servido à minha boca

 

Vegetais sem raízes

guisados na gordura

harmonizados ao vinho

ao som do violino

são servidos à minha boca

 

Enlatados e embutidos

sobras e restos que servem

à pressa do dia a dia

ao ritmo dos insossos

são servidos à minha boca

 

Flora, fauna, fábrica

e tudo que pode ser vida

ou servir à minha carne faminta

ainda que seja um desejo falso

podem ser triturados pela minha boca

 

A fome e a sede humana

já transcenderam o estado animal

e toda essa ânsia que não alimenta

nem corpo nem alma, caminha para o dia

em que seremos o prato principal

 

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 02:23
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2018

Black Friday

 

Começou a #BlackFriday

vende-se, compre

e pague o preço, meu caro

 

Mais um produto barato

consumido pela multidão

Tudo foi liquidado

 

A Graça perdeu a promoção

sozinha no balcão

Amostra grátis de solidão

 

#AloneSaturday

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 20:51
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sexta-feira, 4 de Maio de 2018

Em ruínas

 

O prédio incendiou

desabou, caiu

Apagou a vida

que nunca existiu

 

Sem dinheiro para consumo

só serviu de insumo

para aproveitadores, políticos

e muitos movimentos

 

A miséria é a base do poder

e quem o tem, apodrece

Coitado dos desamparados no Paiçandu

que não é tão largo quanto parece

 

E a eterna ama de leite

na periferia da praça

ainda serve à casa grande

para o deleite da elite

 

O ranha céu, que já foi moderno

teve seu fim como “inferno”:

do luxo ao lixo

do lixo ao esquecimento...

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 23:20
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Segunda-feira, 8 de Maio de 2017

Banquete

 

Observo na calçada o mendigo

que come feito um cão;

mas hoje o cão como feito um rei;

rei que ainda come feito um porco;

porco que come feito um mendigo

 

Em meio a esse banquete indigno

cheio de defeitos

perco a fome

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 01:37
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Terça-feira, 27 de Outubro de 2015

Marcados

 

O tempo marcado

no pulso

marca meu rosto

move o mercado

Impulso

 

Mercador do destino

corre parado

Injusto

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 01:34
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 25 de Abril de 2015

fossa

 

nessa ressaca nada me adoça

a substância negra é que me consome

e tento afogar a minha fossa

em latas de coca sem teu nome

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 17:18
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Terça-feira, 24 de Março de 2015

ossos do ofício

 

atrás da mesa

do canil hospitaleiro

o cão cego guiado pelo dono

perdigueiro colabora

com a rotina adestradora

e sempre em guarda defende

carimbos que abrem portas

formulários infindáveis

assinaturas que materializam

computadores coisificadores

cargos redentores

sorrisos que afagam e afogam

a matilha subordinada

 

no final da lida

volta à sua casinha

e rói o que lhe sobra

os ossos do ofício

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 00:18
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 8 de Março de 2015

a rua e o rio

 

a rua ria do rio que ia

do curso que ele seguia

pois sabia não conseguiria

progredir conforme ela progredia

 

cobrir a Terra ela poderia

ser mais útil ela seria

servir sempre ela serviria

só crescer era o que fazia

e isso ela nunca pararia

 

até que percebeu um dia

que o rio é que da rua ria

porque parada ela não saía

e apesar de crescer à revelia 

para nenhum lugar a via ia

 

quando entendeu a diferença que havia

a rua imponente que antes ria

parada no lugar pôs-se a chorar

porque diferente do rio que ia

seu curso seguia para algum lugar

e a rua que antes não via

viu que nunca encontraria

o mar

 

agora é tarde demais para desaguar

 

Publicado por AB Poeta às 15:02
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2015

repartido

 

se o partido não toma

partido por você

por que você toma

partido pelo partido?

 

partido por

partido

melhor nós não

estarmos repartidos

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 23:57
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2015

Black SP

 

algo irá acontecer

na cidade intensidade

o céu ficará negro

e o dia irá escurecer

 

a água irá cair

as ruas irão encher

a noite será escura

não haverá amanhecer

 

a torneira irá secar

só sobrará o Tietê

o trânsito irá parar

não haverá pra onde correr

 

o estresse se espalhará

e atingirá você

seu coração explodirá

e você irá morrer

 

no meio da multidão

ninguém irá querer saber

de mais um corpo pelo chão

atrapalhando o entardecer

 

você irá apodrecer

a enxurrada o levará

ratos irão te roer

não há nada o que fazer

 

porque aqui é a Black SP!

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 23:31
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Segunda-feira, 9 de Fevereiro de 2015

momento moderno

 

pega no meu pau

de #selfie e

vamos juntos

eternizar nossos sorrisos

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 00:08
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 7 de Fevereiro de 2015

metralhadora

 

na era do

computador

sou uma

máquina de escrever

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 16:56
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Terça-feira, 30 de Dezembro de 2014

pet shopping

 

os seres humanos amam mais

os cachorros

do que os humanos

porque como humanos

desejam ser amados assim como

os cachorros são

 

o mundo cão não é nada fácil

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 22:54
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 27 de Dezembro de 2014

obsoletar

 

o que hoje é

amanhã não

será

 

obsoleto e lento

o tempo

me fará

 

o que hoje me serve

amanhã não

servirá

 

e o que nos salvará?

a nostalgia.

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 13:12
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda


Poesias declamadas



Todas as publicações

Clique no assunto

todas as tags