André Braga

Maio 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Pesquise

 

Publicações

O rei, o servo, o sonho

Sempre presente

deus ex machina

Merdonça no ventilador

Reino animal

Guilhotina

Caiu na rede

Ao mestre com carinho

1000 dias de regresso

Sextou!

A invasão

#ForaBolsonaro

“Ô abre alas que eu quero...

A alegoria como verdade

2022

Aquários

Bocaberta

Pragas

metralhadora

Hai-Ca(ss)i(a)

Mídia imunda

Confira também



subscrever feeds

Sexta-feira, 20 de Maio de 2022

O rei, o servo, o sonho

 

Sonhei um dia em ser rei
Por sonhar que ganhava a guerra
acordei, guerreei e venci!
Escrevi meu nome numa era
Não importa quem matei
nem quantas vezes nessa terra
fiz guerras quem nem lutei
pois eu sonho e outro esmera
dá o sangue, luta feito fera
pelo simples sonho que sonhei
Mas um dia não mais acordarei
e esse povo que nunca desperta
dará o sangue, fará a guerra
e morrerá pelo sonho de outro rei

 

Publicado por AB Poeta às 01:14
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 2 de Março de 2022

Sempre presente

 

Quando eu era criança

e morava longe do mar

eu usava uma concha

para ouvir seu soar

 

Agora que cresci

e moro à beira mar

para ouvir a sua voz

utilizo o celular

 

Estar perto ou longe

do que se possa amar

pode ser suprido

há formas de se aproximar

 

Mas só a saudade

do que quero buscar

é uma ausência no peito

que nunca deixo de carregar

 
Publicado por AB Poeta às 23:09
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Terça-feira, 4 de Janeiro de 2022

deus ex machina

 

A inteligência é artificial
assim como muitos sorrisos
Não se ensina “humanidade”
                        a um androide
mas há humanos que também
               não aprendem isso
Ninguém nasce sabendo
       e apesar de saber disso
de aprender se perdeu o costume
só nos sobra mesmo é o “instinto”
Quem sabe um dia
                         a máquina acerte
e tudo isso mude

Publicado por AB Poeta às 21:47
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 9 de Dezembro de 2021

Merdonça no ventilador

 

uma passo para um homem
um salto para os evangélicos
um assalto a nação
um atraso da humanidade

 

Publicado por AB Poeta às 23:24
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Reino animal

 

No capitalismo selvagem

o bode expiatório do Estado

serviu de desculpa ao touro

que com o rabo entre as pernas

saiu de mansinho, evitando latidos

 

Quem acabou latindo foi o gado

que cego de febre, não viu

comprou gato por lebre

 
Publicado por AB Poeta às 23:19
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 4 de Novembro de 2021

Guilhotina

 
Fé demais não cheira bem:
a plebe de joelhos
entre pedidos e apelos
só alivia a culpa do rei
 
ou se vive melhor agora
cobrando os “homens-da-lei”
ou se chora a agonia:
espírito cheio, barriga vazia
 

 

Publicado por AB Poeta às 00:30
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 3 de Novembro de 2021

Caiu na rede

 

Ontem recebi um “joia”

hoje foi um “coração”

a “amizade” em rede

nos traz a ilusão

de uma “proximidade”

pelo clique de um botão

 

Entre sedas e farpas

mantemos uma “relação”

entre aspas

 
Publicado por AB Poeta às 23:58
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Ao mestre com carinho

ao mestre com carinho.jpg

 

Publicado por AB Poeta às 23:43
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 6 de Outubro de 2021

1000 dias de regresso

 

Mil dias de (des)governo
mil dias de avacalhação
Enquanto a vaca vai pro brejo
a boiada vai á manifestação
em prol da desobediência
em prol da corrupção

Enquanto a fome só aumenta
a comitiva arrota leite condensado
e o futuro que se apresenta
é a cópia mal feita do passado
Mil dias de regresso
desordem em progresso

 

Publicado por AB Poeta às 01:46
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 29 de Agosto de 2021

Sextou!

 

Sexta-feira é dia de beber
algo que deixou de ser pecado
O consumo já não o faz desmerecer
temos até monja ao nosso lado

Dizem que devo ser moderado
o que soa diferente da propaganda
mas a embaixadora nos faz criança
deixe-me beber e não encha o sacro

 

Publicado por AB Poeta às 18:40
Link do post | Comentar | ADD favoritos

A invasão

 

Sérgio Reis tocará o berrante
virá correndo o Batoré
frente à manada ignorante
“heil bozo!”, “glória deus!”, “anauê!”

Invadirão o STF, “viva o golpe!”
que transbordará feito uma fossa
Com força equina, num galope
relincharão “a praça é nossa!”

 

Publicado por AB Poeta às 18:37
Link do post | Comentar | ADD favoritos

#ForaBolsonaro

 

Age como bicho de esgoto
o escroto bolsorato
A milícia e sua família
formam a bolsoquadrilha
Asseclas tem de montão
a matilha de bolsocão
Pela boiada é amado
rebanho de bolsogado
Para completar o cenário
um monte de bolsotário
que o vê como messias
a pior das fantasias
Pelos idiotas idolatrado
só nos sobra o brado:
FORA BOLSONARO!

 

Publicado por AB Poeta às 18:28
Link do post | Comentar | ADD favoritos

“Ô abre alas que eu quero passar”

 

Desfilam os tanques de guerra
no país do carnaval
São somente carros alegóricos
não fazem bem, talvez o mal

Na avenida colorida
muitas fardas e medalhas
de heróis sem batalhas
e glórias inventadas

Uma selva de espoletas
dessa tropa em desuso
ao capitão que foi expulso
e a outros tantos picaretas

 

Publicado por AB Poeta às 18:14
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 27 de Junho de 2021

A alegoria como verdade

 

Ter convicção não é ter razão
pior: convictos dizem não à razão
O mito da caverna, aquele do Platão
nunca fez tanto sentido
tempos cegos, mais bocas que ouvidos

Enquanto o sábio cresce na dúvida
o convicto reduz o mundo na certeza
lhe falta clareza, lhe sobra ilusão
burro que acredita ser cavalo alazão

Isso é um tipo de “arrogância à brasileira”:
aquele que não sabe nada, mas tem opinião
“Saber” é um detalhe irrelevante, bobeira
o que “eu acho” é o que tem exatidão

Nessa realidade que parece ficção
tempos onde a ignorância é qualidade
vivemos essa porcaria de situação
um eterno atraso de sociedade

 

Publicado por AB Poeta às 11:09
Link do post | Comentar | ADD favoritos

2022

 

Sobre as próximas eleições
analisando os candidatos:
o “coroné”, o operário
o militar, aventureiros
o fajuto empresário
dá para prever nosso futuro:
será um enorme passado
A marcha vai pra frente
o Brasil só marca o passo

 

Publicado por AB Poeta às 11:05
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Terça-feira, 22 de Junho de 2021

Aquários

 

IMG_20210622_163525_856.jpg

 

Publicado por AB Poeta às 22:30
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 21 de Fevereiro de 2021

Bocaberta

 

O que digo sobre o "lugar de fala" 

é que pode haver uma falha: 

se não há nada para dizer 

não há lugar que o valha

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 21:28
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Pragas

 

Tem um grande rato na tevê 

e não é o Mickey Mouse 

Esse é daqueles que fala e fede 

a merda, não há quem o pause 

 

Comunicador e empresário? 

Longe disso, é só um roedor 

que rói o quanto pode o erário 

do estado é eterno devedor 

 

Só mais um chulo apresentador 

regurgitando uma velha estória 

e pelos tolos aplausos da plateia 

o que se desenha não é animador

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 21:24
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 7 de Fevereiro de 2015

metralhadora

 

na era do

computador

sou uma

máquina de escrever

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 16:56
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Segunda-feira, 25 de Novembro de 2013

Hai-Ca(ss)i(a)

 

Cássia é atriz

tem o beijo no nome

o que sempre Kiss

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 23:19
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda


Poesias declamadas



Todas as publicações

Clique no assunto

todas as tags