André Braga

Janeiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

Pesquise

 

Publicações

A moral na marca da cal

Poemografia

Expectação

Quadrúpedes

Amnésia voluntária

Só mais 72hs

Marca passo

Missão Marte

A economia no reino de Ra...

O cão do planalto

O reino de Ratanabá

"Marcha soldado, cabeça d...

02/11/2022

Carta aos (de)missionário...

A profecia

Palanque divino

A casa da moeda da fé

Mais 4, pra que?

Céu de outubro

A idolatria

A farda, um fardo

Bolsovírus

Bicentenário

Um sórdido arquétipo

E agora, João?

O evangelistão (bancada d...

O coração da história

Uma mera etiqueta

Sobre a humanidade

A carta e o carteado

Uma questão central

#BolsonaroNuncaMais

O orgulho de ser burro II

Uma questão central

A casa abandonada

Bang-bang à brasileira

História intrínseca

O eufemismo nosso de cada...

O burrico e a cenoura

Detrito federal

Os mendigos de gravata

Campeão mundial da vergon...

O mestiço

Urna funerária

O coral dos mudos

Comitiva desventura

Moral da história

Pelo fim da “sofrência”

Com a faca e o queijo nas...

O rei, o servo, o sonho

Confira também



subscrever feeds

Quarta-feira, 21 de Setembro de 2022

A farda, um fardo

a farda um fardo.jpg 

Siga no instagram e twitter @ABPoeta

Publicado por AB Poeta às 23:53
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 11 de Setembro de 2022

Bolsovírus

bolsovirus.jpg 

Siga no instagram e no twitter @ABPoeta

Publicado por AB Poeta às 23:18
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Bicentenário

bicentenario.jpg 

Siga no instagram e no twitter @ABPoeta

Publicado por AB Poeta às 23:15
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Um sórdido arquétipo

um sordito arquetipo.jpg 

Siga no instagram e no twitter @ABPoeta

Publicado por AB Poeta às 23:11
Link do post | Comentar | ADD favoritos

E agora, João?

e agora joao.jpg 

Siga no instagram e no twitter @ABPoeta

Publicado por AB Poeta às 23:10
Link do post | Comentar | ADD favoritos

O evangelistão (bancada da bíblia)

o evangelistao.jpg 

Siga no instagram e no twitter @ABPoeta

Publicado por AB Poeta às 23:06
Link do post | Comentar | ADD favoritos

O coração da história

o coracao da historia.jpg 

Siga no instagram e no twitter @ABPoeta

Publicado por AB Poeta às 22:55
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Uma mera etiqueta

uma mera etiqueta.jpg 

Siga no instagram e no twitter @ABPoeta

Publicado por AB Poeta às 22:52
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Sobre a humanidade

sobre a humanidade.jpg 

Siga no instagram e no twitter @ABPoeta

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 22:50
Link do post | Comentar | ADD favoritos

A carta e o carteado

a carta e carteado.jpg 

Siga no instagram e no twitter @ABPoeta

Publicado por AB Poeta às 22:47
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Uma questão central

uma questao central.jpg 

Siga no instagram e no twitter @ABPoeta

Publicado por AB Poeta às 22:43
Link do post | Comentar | ADD favoritos

#BolsonaroNuncaMais

bolsonaronuncamais.jpg 

Siga no instagram e no twitter @ABPoeta

Publicado por AB Poeta às 22:41
Link do post | Comentar | ADD favoritos

O orgulho de ser burro II

o orgulho de ser burro II.jpg 

Siga no instagram e no twitter @ABPoeta

Publicado por AB Poeta às 22:38
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Uma questão central

uma questao central.jpg 

Siga no instagram e no twitter @ABPoeta

Publicado por AB Poeta às 18:46
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Segunda-feira, 5 de Setembro de 2022

A casa abandonada

20220905_184016.jpg

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 23:30
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 20 de Julho de 2022

Bang-bang à brasileira

 

Mãos contrárias não se cumprimentam

e cada uma acredita ter sua razão

O discurso de ódio as alimentam

e isso faz aumentar a tenção

 

Cada uma segura uma arma

e o duelo parecia já marcado

como uma cena de cinema

disparos… e tombas para o mesmo lado

 

Dispostos a morrer por um ideal

não pensaram em mais nada

agora cada corpo serve de escada

para o próximo discurso eleitoral

 
Publicado por AB Poeta às 03:09
Link do post | Comentar | ADD favoritos

História intrínseca

 

O presente e o passado
se misturam no olhar
Mortos, ignotos ou notórios
vivem a nos abraçar
Sua história densa
de riqueza imensa
está por todo o lugar
Heróis, vilões, cativos
cada pedra, um pilar
O sobe e desce das ladeiras
há pecados ainda a pagar
Muito lhe foi roubada
a devassa foi de amargar
A divina arte lhe sobra
Ouro Preto ou Vila Rica
tudo passa, a memória fica

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 03:06
Link do post | Comentar | ADD favoritos

O eufemismo nosso de cada dia

 

Tribos indígenas já foram “povos” e, assim como favelados, viraram “comunidades”;
O negro é “afrodescendente” (o mestiço nem existe mais);
O trabalhador virou “colaborador”, e o biscateiro, que já foi “profissional liberal”, agora é o “empreendedor”;
O idoso vive a “melhor idade”;
O mendigo agora é uma “pessoa em situação de rua”;
Transformaram o pobre na “nova classe c”;
Gays e lésbicas eram “GLS”, agora diluíram na sigla “LGBTQIA+”;
O miserável, que vive “abaixo da linha da pobreza”, passou a ter “insegurança alimentar”;
Até o cão, o cachorro, passando por “doguinho”, virou “pet”;
Tudo muda…
Mas o que nunca muda é a realidade, que continua sendo uma grande e imensa “matéria fecal”.

 

Publicado por AB Poeta às 02:59
Link do post | Comentar | ADD favoritos

O burrico e a cenoura

 

Eu entrego, eu faço

não me nego ao trabalho

desdobro o tempo

desvirtuo o espaço

as “bobagens” da vida

deixo-as de lado

A meta além da meta

me metaresultado

se quiser ter respeito

esse é o preço, meu caro

 

Workaholic, o ofício na veia

difícil alcançar a chegada

bateu a meta, bateu as botas

a linha final já é a esperada:

caixão sem gaveta, cova apertada

 
Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 02:57
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Detrito federal

 

O desgoverno do boçal

uma bela duma desgraça

subiu ao planalto pela rampa

vai descer pela descarga

 

É tanta bosta

que a tudo enlameia

vai transbordar a fossa

e ir parar na cadeia

 
Publicado por AB Poeta às 02:55
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda


Poesias declamadas



Todas as publicações

Clique no assunto

todas as tags