Minhas poesias.

Maio 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
18
19
21
22
23
26
27
28
29
30
31

Pesquise

 

Publicações

Bandeirolas

O xis da questão

a bunda dela

renda-se

que o dia escureça

puta linda

Liberdade

Sin

Brilho interior

Beijo

Num quarto

Uma rosa

Dois mundos

Ardência

Anjo pornográfico

Ama

Sussurros

Nós em fogo

Dilatados

Teu doce

Pedacinho

Pingente

Anoitecer

Marcas

Fantasia

Doce caminho

Doce líquido

Pernas

Dois à beira

Celeste

Brincadeira

Orbitas

Odores fluídos sabores

Vulva

Puta que partiu

Pêlos

Sopé

Ato I (amor fluido)

Delito

Ato

Primaverando

Juntos

Quero-Quero

Leito

Prosa amorosa

Entre nós

Sobre o palco

Abençoada

Amoramoral

Eu cavaleiro

Confira também




Todas as publicações

subscrever feeds

Sábado, 15 de Junho de 2013

Pedacinho

 

cada pedacinho teu tem

um tom uma tez

que junto

um por vez

pra formar um desejo

 

junto tudo isso e vejo

que preciso do que fez

alimenta meu versejo

fluidez que se faz

entre nós

 

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 04:42
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | ADD favoritos
Sexta-feira, 14 de Junho de 2013

Pingente

 

Cristo dependurado na cruz entre

teus seios

sagrados

 

Meus olhos vidrados

em vigília

ao pingente profano

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 03:04
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 13 de Junho de 2013

Anoitecer

 

As noites se fazem maior

no abrir de suas pernas

 

Céu vermelho carne

da boca de baixo lábio

estrelado grelo que brilha

 

Um cometa passa:

gemido que rasga meu silêncio...

 

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 04:18
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 12 de Junho de 2013

Marcas

 

Grafa sua boca em meu peito

no leito

feito fera que fere a caça

faça de novo

faça

marca meu corpo torpe

em vermelho

batom no espelho

que escreve um destino

 

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 05:15
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 1 de Junho de 2013

Fantasia

 

Tudo bem se seremos

nossas fantasias

que ao apagar da luz

dos dias

acontecem

 

Diária luz que ofusca a visão

Diária obrigação que ofusca o desejo

Dia diário que apaga a

noite

que acende

nossos olhos

 

Em pensamento reencontro a

ilusão

porque a

vida é

mesmo só

uma

impressão

 

Só o que sinto é

que pode ser

que seja

real

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 19:05
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | ADD favoritos
Quinta-feira, 30 de Maio de 2013

Doce caminho

 

Beijá-la os

pés e percorrer

as pernas até

encontrá-la

úmida

entre teus

poucos pelos

 

Língua e grelo

gozo e gemidos

nós

dois unidos um

elo

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 02:23
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 26 de Maio de 2013

Doce líquido

 

Em teu brilho interno me deleito

e no leito entre panos peles apertos

fico perto de tocar no eterno

 

Leitoso explodo entre os lábios

e unidos ficamos

úmidos

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 16:08
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 25 de Abril de 2013

Pernas

 

Pernas

Pele

Prazer

 

Só pernas

elas

com elas

 

Delas faço

parte

arte

com elas faço

 

Nelas me

desfaço

não disfarço

olhos que querem

língua que quer

percorrer morrer

a sós aos pés das

pernas

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 02:03
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2012

Dois à beira

 

Falo em tua boca um nome

sujo trêmulo proibido

que ressoa em teu corpo lago

como pedra que se atira

em espelho d’água

 

À margem do teu desejo

brinco animal puro

mergulho fundo

e solto meu cardume

na liberdade dos corpos

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 22:45
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 3 de Dezembro de 2011

Celeste

 

Minha felicidade mora

entre tuas pernas

compasso aberto que circunda

a lua em delírio

 

Constelação em gozo

de gâmetas cometas

que cruzam teu universo

em contração

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 18:35
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Segunda-feira, 24 de Outubro de 2011

Brincadeira

 

Arregalo meus olhos

para ver os teus fecharem

e abro minha boca

para calá-la na tua

 

Despidos de ser

num atrito carnal e primitivo

voltamos a algum tipo de origem

 

Duas crianças que brincam

e constroem um corpo

massa de modelar

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 13:02
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 13 de Outubro de 2011

Orbitas

 

Exibida e brilhosa

Foi o brilho úmido

rosa

dos teus lábios

que me fez colocar

teu nome na lua

 

Como um cometa incandescente

passou e deixou

dentro de mim um universo

escuro

vazio

infinito

 

Os astros se revezam

no tempo

para um dia, quem sabe

se alinharem novamente

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 13:32
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 22 de Setembro de 2011

Odores fluídos sabores

 

O cheiro doce e úmido da pele tua

nua que espera o toque quente

rente e íntimo que aumenta o ritmo

num átimo, do corpo, da pulsação

 

Fricção animal sobre a cama

dama da sociedade que revira puta

luta com o macho pelo prazer

fazê-lo acontecer no quarto

 

O ato final do filme, o gozo

no fosso dilatado e úmido

unido ao falo agora contraído

caído, satisfeito, em paz

 

Jazem os amantes na oca oca

e as bocas dividem num ataque

o acre gosto contido

nos fluídos, no que sobrou de nós

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 13:46
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | ADD favoritos
Sábado, 27 de Agosto de 2011

Vulva

 

Vitória

virgem viva

ventre

veludo

 

Vulva vadia

vagina valente

veemente volumosa

viscosa voraz

vital

 

Vaca vulgar

víbora volúvel

vodka vagabunda

valsa vã

varão vassalo

vilã viciada

 

Vênus

verão vivo

vale verde

vista vasta

viagem voluptuosa

 

Vinho velho

verso

valor

 

Vida

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 01:25
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | ADD favoritos
Segunda-feira, 22 de Agosto de 2011

Puta que partiu

 

A noite se abria no movimento de suas pernas 

grossas pecaminosas infinitas

e o brilho morto das estrelas

emolduravam teu corpo lascivo e jovem

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Suas mãos corriam até mergulharem

lábios seios sexo

que me exibia liso e rosa carne

querendo quente pulsando

expulsando todo o frio e a derrota

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Suas coxas apertavam e espremiam

o gozo

que sobrava em seus olhos

que me mostrava entre os dedos

que lambia satisfeita

que alimentava o pouco que éramos

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Que sonora gemia fêmea

que linda contorcia-se fêmea

que satisfeita ofegava fêmea

e enchia meus escravos ouvidos

com sons úmidos de fêmea

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Era um mundo construído

e constituído de vontades animalescas

que faziam meu sangue pele correr

percorrer pelos meus rios e mares

até alagar o deserto e o homem que sou

 

Que saudades que tenho da minha puta

 

Mas no ordinário passar dos dias

nosso jogo não teve mais vitórias

monótonos sucumbimos ao banal

e derrotados

desistimos do poder lúdico

que proporcionávamos aos nossos restos

 

O solitário e sujo tempo venceu

 

Que saudades que tenho da minha puta

que partiu...

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 15:43
Link do post | Comentar | Ver comentários (4) | ADD favoritos
Sexta-feira, 19 de Agosto de 2011

Pêlos

 

Entre panos e apelos

pedidos e peles

peço em teus lábios ávidos

desejo entre pêlos e entro

 

Dentro desnudo

mudo quente mundo

rente profundo querer

 

Crer que posso tê-lo

esparramo em teu pêlo

novelo

meu prazer

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 17:27
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Terça-feira, 19 de Julho de 2011

Sopé

 

Falo de pé

ao pé do ouvido

 

Pelos em pé

Aos teus pés

Troco pés pelas mãos

 

Pede mais

pedante

 

Meu amor em pé de guerra

armado com busca-pé

peleja

pela pele já

 

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 16:17
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | ADD favoritos
Domingo, 3 de Julho de 2011

Ato I (amor fluido)

 

Eu falo

em tua boca:

degole!

 

De gole em gole

engole

nosso mundo

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 02:25
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sexta-feira, 24 de Junho de 2011

Delito

 

O tempo todo

desejo

beijo beijo beijo

mordo

motejo

 

depois

fodo fodo fodo

gozo

festejo

 

O amor morto

descansa em meu peito

feito

do jeito

que o diabo gosta

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 13:50
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 31 de Outubro de 2010

Ato

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 15:39
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda


Poesias declamadas



Clique no assunto

todas as tags