André Braga

Novembro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

Pesquise

 

Publicações

Tauromaquia

É promoção, quem vai quer...

Ensejo

Até quando

Em praça pública

Guilhotina

Perto do fogo

Fezes de cada dia

Passageiro

...

Armadilha

Caiu na rede

Entre urubus

Anjo alado

Ao mestre com carinho

Vacinados

Entre mundos

Fratura exposta

Sobre nossos ombros

1000 dias de regresso

O agro é

Futuro

Clara escuridão

Fome

Trambolho

Criacionismo

Jair e o pé de feijão

Sextou!

A invasão

A marcha dos valdevinos

A nova independência

O dia do golpe

#ForaBolsonaro

O agro é pop

Rega-bofe

Medidas

“Ô abre alas que eu quero...

o pulso ainda pulsa...

Tempos frios

Espelho meu

Frio

Expiação

Mitomania

Tropa laranja

um poema solto no espaço....

Copropolítico

Marcha do xilindró

Fecopolítico

Credo

Habeas porcos

Confira também



subscrever feeds

Quinta-feira, 16 de Setembro de 2010

Quero-Quero

 

A distância que tortura o desejo

Produz uma voz em mim

Que na angustia do não tocá-la

Repete sem fim: Quero

 

Abraçar-te Anjo

Quero

Sussurrar em teu ouvido

Quero

Acariciar teu corpo

Quero

Tua pele arrepiada

Quero

Ver o prazer fechar teus olhos

Quero

Fazer parte dos teus momentos

Quero

Beijar teus ombros agora

Quero

Percorrer teu pescoço

Quero

Procurar tua boca

Quero

Depois a língua

Quero

Teu gosto em mim

Quero

Quero

Quero

 

Os quero-queros voam livres pelo som

Que nossos corpos emitem

Quando se tocam

 

E se aninham em minha boca

Esperando pelo próximo

Bater de nossas asas

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 17:13
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda


Poesias declamadas



Todas as publicações

Clique no assunto

todas as tags