André Braga

Setembro 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Pesquise

 

Publicações

Canção da despedida

A farda, um fardo

Xeque-mate

Bolsovírus

Bicentenário

Um sórdido arquétipo

E agora, João?

Delícia e dissabor

O evangelistão (bancada d...

Juventude transviada

O coração da história

Uma mera etiqueta

Sobre a humanidade

Aquele brilho

A carta e o carteado

Uma questão central

#BolsonaroNuncaMais

O orgulho de ser burro II

Mãos à obra

Uma questão central

A casa abandonada

Bang-bang à brasileira

História intrínseca

Tapando a fossa

O eufemismo nosso de cada...

O burrico e a cenoura

Detrito federal

Os mendigos de gravata

Campeão mundial da vergon...

O mestiço

Urna funerária

O coral dos mudos

Comitiva desventura

Moral da história

Pelo fim da “sofrência”

Com a faca e o queijo nas...

O inevitável dragão que n...

João, o desavindo

O rei, o servo, o sonho

Burnout

Estaca zero

Vila Rica

Quinto dos infernos

O sacro de Ouro Preto

No compasso dos corações

Cegueira voluntária

Virando fumaça

Falta de Nação

Forças Mamadas

O mito da caserna

Confira também



subscrever feeds

Domingo, 6 de Junho de 2010

Poesia rebelde (contra-clichê)

 

Quimeras... vão a merda!

Do fundo de minh’alma

Desejo lhes isso

 

Meu infinito acabou faz tempo

 

Quiseste, quiseres, queirais, quereis...

Tempos envelhecidos

Apodreceram meus ouvidos

 

Noite escura

Crepúsculo

Orvalho

Vão pro caralho!

 

O mar

O monte

O Horizonte...

Fodam-se!

 

Morte que não morre

Vida que não vive

... poupem-me

 

Putz, o choro...

Suas lágrimas

Cheias de rimas

Eu defloro

 

Voar como um pássaro

(estou vomitando nesse momento)

E ser burro igual a ele (não é?)

 

Na minha poesia

Quero o verbo seco

Sem estripulias

Frases sem eco

 

Substantivos com substância

 

O resto: enfiem no cu!

 

Clique no assunto: ,
Publicado por AB Poeta às 03:36
Link do post | Comentar | ADD favoritos
4 comentários:
De Rafael a 7 de Junho de 2010 às 03:35
E ai, blz?
participei desse concurso tmb, comprei um livro e até hj nada..
estava suspeitando de treta, agora tenho certeza...hehehe
meu msn é:
rafaelfigueir@hotmail.com

add lá p/ conversarmos sobre..
abrxs..
De AB Poeta a 7 de Junho de 2010 às 12:18
é cara, já mandei vários e-mails para eles, mas só dizem que logo vai sair... o ISBN existe, porque consultei no site da biblioteca nacional, mas o livro mesmo...

é muita sacanagem né!

abrçss
De Carlos Bueno a 7 de Junho de 2010 às 12:21
André

Parabéns pelo seu Blog, pelos poemas e pelas musicas selecionadas que são excelentes para acompanhar a leitura dos poemas do Blog

Boa noite

Carlos R. Bueno
De AB Poeta a 7 de Junho de 2010 às 12:22
Vlw pelo comentário!

Se tiver sugestão de música, manda ai.

Abrçss

Comentar post

Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda


Poesias declamadas



Todas as publicações

Clique no assunto

todas as tags