Minhas poesias.

Junho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Pesquise

 

Publicações

A peste

O “trezentismo”

Amor nos tempos de corona...

Aos que abanam o rabo

É frias

Embate chucro

Fim de namoro

O grande mentecapto

Sacro cheio

A nova política

Bandeirolas

Próxima cena

O churrasco

João, o fanfarrão

Regina, let's pum

O pelotão caterva

Epitáfio

O pobre brasileiro

A costureira

E daí?

É bolsodória!

Labirinto

O capitão chupeta

A canetada saiu pela cula...

Aleluia no país do carnav...

Fanáticos FC

A verdadeira história de ...

Amor nos tempos de corona...

Quarentena

Da natureza

Flatulência mental

Do amor que er[r]a

Canção do Exausto

Mineral

Joker

Torcedores FC

O alcoólatra

Animais e refeições

Remoenda

Joinha

A riqueza amazônica

Astros ilícitos

Estrela submersa

Triturados

Manhãs bragantinas

A gaiola

Aquífero paulistano II

O laranjal

Black Friday

Aquífero paulistano

Confira também




Todas as publicações

subscrever feeds

Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Diversão

Criança atrevida
Brinca com a minha boca
Que ri vermelha
Sussurra


Sobe pelas minhas paredes
Toca-me lá
Certeiro
Alvo alvo e róseo


No sobe e desce
Do nosso carrossel
A música do corpo
Tinge os olhos de brilho


Gira, gira sem parar
Até o fim do nosso infinito


O grito sai
No íngreme
De nossa montanha russa


O coração bate alegre
Como a banda do circo


Sob a lona
O picadeiro é só nosso

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 00:07
Link do post | Comentar | ADD favoritos
2 comentários:
De Vivi a 21 de Fevereiro de 2010 às 21:53
Apaixonei me ao ler seu poema André , pelamooor q LINDOOO!!!..rs Leve e intenso, td junto... Esse jeito de amor brincadeira, rs infantil, no melhor sentido da palavra, de ser verdadeiro, alegre e realmente belo...rs Colorido eu diria rs, tal qual o circo e o carrossel são.Há tempos não lia, coisa tão bonita, postei no meu mural no Face, vou colocar no blog onde guardo tudo q ouço, vejo e leio que gosto, depois te mando o link!!Sempre com os créditos, rs afinal , mantenho minha palavra : era um roubo honesto! rs
Foi um presente e um prazer lê-lo.
Bjs
De AB Poeta a 21 de Fevereiro de 2010 às 23:39
Uau, que comentário bacana! Vlw Vivi!

Logo vou editar um livro, te aviso quando estiver pronto. Espero que goste dos outros poemas também.

Bjão!

Comentar post

Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda


Poesias declamadas



Clique no assunto

todas as tags