Manifestações consciente do inconsciente. Contos e poesia crônica.

Maio 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquise

 

publicações

Em ruínas

Long live Café Piu-Piu

Mão amiga

O xis da questão

Um minuto de silêncio

Moluscos

Banquete

PEC(ados)

Lavrador

Declaração

Modelo

Encalço

Haicai V

Viagem

Numa fria

Poema antigo

Encontros

Ombrax

Sós

Coração violento

O que não passa?

Qual será a senha?

Marcados

Cada casa

Lançamento

A desmetamorfose

Um vazio

Paraíso

Noites de Verão

O relógio da vovó

Conto de Fadas

A fonte

Um par

contratempo

a bunda dela

ambidestro

mãe dos sem mães

advérbio

quando fomos nuvens

fossa

prateando

banquete

renda-se

pecado

translação

o fio vermelho

arte final

ossos do ofício

delinear

sinfonia

Confira também



todas as publicações

subscrever feeds

Sábado, 30 de Agosto de 2008

Carta pruma menina

Eu adoro você menina! Acho você linda, forte e inteligente, uma mulher incrível. Fui algumas vezes bem grosso com você, sei disso, me desculpe. É meu jeito. Sou meio que exagerado mesmo. Vejo em você uma energia muito grande, algo puro e belo... Infinito. Muito forte. Parece que eu absorvo isso, ai meu exagero acaba ficando maior ainda. Não sei por que, mas nossa amizade acabou ficando um pouco distante. Talvez a facul, a correria do dia-a-dia, cursos extras, sei lá. Ruim né.


Obrigado pelo bilhete. Muita gente foi carinhosa comigo na hora da despedia, mas essas palavras quando vindas de você é diferente. Eu te acho especial, então suas palavras também são especiais, e quando elas são direcionadas a mim, me sinto especial também. Acredito que você tenha esse dom.


Quanto ao cara que entrou no rio, não sei quem é nem quem disse isso. Só conheço aquele da música da Baby Consulelo, o Menino do Rio. Que merda né!


Sempre se deseja muito sucesso, realizações ou se tem muita esperança. O que realmente te desejo é FELICIDADE! Sucesso? Que sucesso que nada, seja feliz! Realizações? Que porra nenhuma de realizações, te desejo felicidade! Esperança? Esperança é a pratica da espera, e não há por que esperar, temos que ser desesperados (des-esperar = não prática da espera)! Desejo a ti toda a felicidade!


Agente ainda vai tomar muitas cervejas juntos, não quero perder sua amizade, alias, perder não, torna-la ainda mais distante...


Mil beijos menina, de uma pessoa que gosta de você!

 

Baixe pra ouvir:

Tim Maia - Eu amo você

Clique no assunto: ,
publicado por AB Poeta às 20:15
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
2 comentários:
De Ligia a 1 de Setembro de 2008 às 02:38
Simples e lindo!

Ela deve ter chorado,pois não foi pra mim e meus olhos encheram de lágrimas mas não sou referência,sou chorona e bobocva.

De AB Poeta a 11 de Abril de 2011 às 23:33
vendo hoje, nem lembro mais porque escrevi este texto...

comentar post

Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda



Poesias declamadas


Clique no assunto

todas as tags