De Rivaldo Cardoso a 15 de Setembro de 2011 às 12:53
Que merda!
Como é que vc quer proibir o homem de debater isso se é terminantemente impossível uma mulher gerar um filho sozinha? Já ouviu falar de alguém que engravidou sem levar uma pica?? Impossível. Como parte da geração da pessoa, os homens devem sim discutir isso, sem falar que também temos Direito à Opinião e Expressão.


Além disso, não seja ingênuo: EXISTEM VÁRIOS MOTIVOS NÃO-RELIGIOSOS PRA SER CONTRA O ABORTO. Procure pelo google o meu blog, onde há duas versões para o texto "Contra-Abortismo Além da Religião", de minha autoria.
Homens e Mulheres estão ligados a inúmeros grupos, dentre eles, o grupo de Cidadãos do Brasil e do Mundo.
Crianças, que um dia todos nós fomos, passaram pelo ventre antes de gerar despezas, motivos de fúria maior entre os abortistas.

TODOS NÓS FOMOS CRIANÇAS
De AB Poeta a 15 de Setembro de 2011 às 23:12
aiaiai... cara, com essa linguagem chula, seus argumentos perder força.

Acredito que a questão da LEGALIZAÇÃO deve ser discutida pelas mulheres, pois elas carregam todos as estigmas, caso tenham que criar esse filho sozinha.

Agora, fazer ou não fazer o aborto é outra história. Isso sim tem que ser discutido pelo "casal" (com aspas, porque se uma mulher decide fazer um aborto, provavelmente ela está sozinha) e pelas famílias.

A discussão sobre fazer ou não é uma coisa, a LEGALIZAÇÃO é outra.

O que argumento no texto é sobre a LEGALIZAÇÃO, que realmente acredito que são as mulheres quem tem que decidir sobre.

Sugiro que você melhore seu texto, você transmite nele mais raiva do que razão.

Obrigado pelo comentário.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.