André Braga

Outubro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Pesquise

 

Publicações

Sobre nossos ombros

1000 dias de regresso

O agro é

Futuro

Clara escuridão

Fome

Trambolho

Criacionismo

Jair e o pé de feijão

Sextou!

A invasão

A marcha dos valdevinos

A nova independência

O dia do golpe

#ForaBolsonaro

O agro é pop

Rega-bofe

Medidas

“Ô abre alas que eu quero...

o pulso ainda pulsa...

Tempos frios

Espelho meu

Frio

Expiação

Mitomania

Tropa laranja

um poema solto no espaço....

Copropolítico

Marcha do xilindró

Fecopolítico

Credo

Habeas porcos

Síndrome de Estocolmo

Necropolítica

Nas ruas

Já vai tarde

Estafeta do capeta

O homem sem qualidade

Dor nossa de cada dia

A alegoria como verdade

2022

Golpistas

Brasil à deriva

Marchinha do militar com ...

"Eggo"

A flor do jardim

Aquários

Cala boca já morreu

Corticoides

Bandeira preta

Confira também



subscrever feeds

Terça-feira, 2 de Dezembro de 2008

Lei Seca

Hoje a bebida foi proibida para todos os motoristas. Beber e dirigir agora é crime. Essa foi uma das medidas mais descaradas de demonstração do poder coercivo do Estado; não consegue educar, puni com mãos de ferro! A partir de hoje, qualquer cidadão de bem que beba uma misera latinha de cerveja, e logo após sair ao volante, se esse individuo for parado pela polícia, e obrigado a soprar o bafômetro, pode ser enquadrado como criminoso! Pode? Por que pode? Não é de certo que se tal individuo em eventual circunstância, aferida pelo aparelho, vá preso? Não, não é certeza. A lei é clara, mas ela fica sujeita a interpretação das autoridades competentes. Me diga então, para que serve uma lei que é sujeita a interpretação de alguém? O que vale então, a lei ou a interpretação da autoridade? Respondo: num país semi-alfabetizado, de leis dúbias e obscuras, como o Brasil, o que vale é a interpretação da autoridade! O pior disso tudo é que estamos sujeitos à interpretação de policiais que tem, no máximo, um diploma de segundo grau concluído pelo ensino público. Estamos fudidos...


Conheço muitos motoristas que bebem, e que, consequentemente a lei, se lamentam de não poderem mais dirigir após bebericar. Lamentam-se, não pela proibição em si, e sim por saberem que, talvez, nunca mais serão as pessoas que são quando estão alcoolizadas. A lei seca nos trancafiará dentro duma prisão inconsciente...


A Persona, essa sim ficou feliz, reinara plena pela consciência! Caminhara livre, negando-se e fingindo-se sempre ser o que lhe convém ser.
O casal Anima e Animus se manifestaram imperceptivelmente, sem dar muita bandeira. Como sempre.


A Sombra, essa, coitada, terá seus conteúdos manifestos em sonhos distorcidos, totalmente sem nexos, aliviando-se pouco-a-pouco, mas sempre insatisfatoriamente.


O Self... Aja força para equilibrar tanta vontade e desejo, dentro de um desequilíbrio atordoante.


A bebida, que depois de ingerida, liberava o conteúdo latente da mente, proibida agora, aprisiona os arquétipos, e condena todos a serem quem são.

 

Texto escrito em 22/06/08.

Clique no assunto: ,
Publicado por AB Poeta às 02:29
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda


Poesias declamadas



Todas as publicações

Clique no assunto

todas as tags