André Braga

Setembro 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Pesquise

 

Publicações

Canção da despedida

A farda, um fardo

Xeque-mate

Bolsovírus

Bicentenário

Um sórdido arquétipo

E agora, João?

Delícia e dissabor

O evangelistão (bancada d...

Juventude transviada

O coração da história

Uma mera etiqueta

Sobre a humanidade

Aquele brilho

A carta e o carteado

Uma questão central

#BolsonaroNuncaMais

O orgulho de ser burro II

Mãos à obra

Uma questão central

A casa abandonada

Bang-bang à brasileira

História intrínseca

Tapando a fossa

O eufemismo nosso de cada...

O burrico e a cenoura

Detrito federal

Os mendigos de gravata

Campeão mundial da vergon...

O mestiço

Urna funerária

O coral dos mudos

Comitiva desventura

Moral da história

Pelo fim da “sofrência”

Com a faca e o queijo nas...

O inevitável dragão que n...

João, o desavindo

O rei, o servo, o sonho

Burnout

Estaca zero

Vila Rica

Quinto dos infernos

O sacro de Ouro Preto

No compasso dos corações

Cegueira voluntária

Virando fumaça

Falta de Nação

Forças Mamadas

O mito da caserna

Confira também



subscrever feeds

Domingo, 13 de Março de 2011

Domingo

 

Um dia de nada

Em que tudo foi feito.

 

Família marasmo auditório

Marasmo churrasco marasmo

Cerveja marasmo missa

Marasmo futebol marasmo

bate-papo marasmo marasmo

Marasmo...

 

Seria um dia de descanso

Mas é o dia da criação

Em o que amorfo vazio

Tenta se fazer luz.

 

A tradição luta com a origem

E faz do Domingo um dia neutro

Que passa sem ser percebido

 

Despercebido

Pela face das águas

Despercebido

Pela face do abismo.

 

Se o Começo e o Fim

São faces da mesma moeda

Aproveite a Tarde

O mundo acabará num

Domingo.

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 18:16
Link do post | Comentar | ADD favoritos
4 comentários:
De Regina Coeli Carvalho a 15 de Março de 2011 às 01:57
Deixando meu abraço pelo Dia Nacional da Poesia.
Que você continue colorindo a vida com seus versos.
De AB Poeta a 15 de Março de 2011 às 13:11
Olá Regina!

Obrigado pela lembrança e pelo carinho!

Bjos

De etiene a 20 de Março de 2011 às 16:21
gostei mto do texto Fazer o bem sem olhar a Quem sobre o amigo secreto, mto bom!
De AB Poeta a 20 de Março de 2011 às 17:11
rsrs aquele texto engraçado aconteceu de fato!

Obrigado pelo comentário!

Bj

Comentar post

Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda


Poesias declamadas



Todas as publicações

Clique no assunto

todas as tags