André Braga

Outubro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Pesquise

 

Publicações

Sobre nossos ombros

1000 dias de regresso

O agro é

Futuro

Clara escuridão

Fome

Trambolho

Criacionismo

Jair e o pé de feijão

Sextou!

A invasão

A marcha dos valdevinos

A nova independência

O dia do golpe

#ForaBolsonaro

O agro é pop

Rega-bofe

Medidas

“Ô abre alas que eu quero...

o pulso ainda pulsa...

Tempos frios

Espelho meu

Frio

Expiação

Mitomania

Tropa laranja

um poema solto no espaço....

Copropolítico

Marcha do xilindró

Fecopolítico

Credo

Habeas porcos

Síndrome de Estocolmo

Necropolítica

Nas ruas

Já vai tarde

Estafeta do capeta

O homem sem qualidade

Dor nossa de cada dia

A alegoria como verdade

2022

Golpistas

Brasil à deriva

Marchinha do militar com ...

"Eggo"

A flor do jardim

Aquários

Cala boca já morreu

Corticoides

Bandeira preta

Confira também



subscrever feeds

Sábado, 12 de Março de 2011

A praça morta

 

uma praça sem coreto

não tem esperança de música

nunca atrairá nada de puro.

 

por detrás das ogivas sacras

não há mais santos

mitos

pecadores em confissão

carolas

divindades

não há nada que não seja humano

 

seu herói

eternizado pela verdade que voa pelas bocas

no tempo

enriquecido pelo bronze

descalço pela humildade

é só mais um estranho

que anda sem destino

e disputa espaço

com palmeiras poluídas

camelôs falastrões

policiais famintos

com a podridão alada que come

migalhas

 

seus anjos

foram devorados pela pressa

pressa em passar

em crescer

em ser

em ser percebido

percebido pela multidão

multidão que passa quieta

quieta e rápida

rápida e sem fim

sem um fim

 

a beleza das putas

a sem-graçisse dos funcionários numerosos

o cão coitado

que é mais amado que as coitadas

das crianças sujas

 

o pastor apocalíptico

vagabundos

desempregados

golpistas

o progresso escondido debaixo da terra...

 

marco zero

marcas do progresso

zero a esquerda

 

céus

que inferno é esse?

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 03:49
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda


Poesias declamadas



Todas as publicações

Clique no assunto

todas as tags