André Braga

Julho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Pesquise

 

Publicações

A cura

Fale, Queiroz

Ave maria

19/06

Um café pra dois

A Caverna do Dragão

A peste

O “trezentismo”

Amor nos tempos de corona...

Aos que abanam o rabo

É frias

Embate chucro

Fim de namoro

O grande mentecapto

Sacro cheio

A nova política

Bandeirolas

Próxima cena

O churrasco

João, o fanfarrão

Regina, let's pum

O pelotão caterva

Epitáfio

O pobre brasileiro

A costureira

E daí?

É bolsodória!

Labirinto

O capitão chupeta

A canetada saiu pela cula...

Aleluia no país do carnav...

Fanáticos FC

A verdadeira história de ...

Amor nos tempos de corona...

Quarentena

Da natureza

Flatulência mental

Do amor que er[r]a

Canção do Exausto

Mineral

Joker

Torcedores FC

O alcoólatra

Animais e refeições

Remoenda

Joinha

A riqueza amazônica

Astros ilícitos

Estrela submersa

Triturados

Confira também




subscrever feeds

Quinta-feira, 9 de Julho de 2020

A cura

 

O covarde pegou Covid

dizem que é para não ir depor

Coincidência? Há quem duvide

Tenho uma cura para propor:

 

colocá-lo num pau-de-arara

em seu ânus, um funil

metralhá-lo de cloroquina

aplicada com um fuzil

 

O presente do Pato Donald

toneladas de remédio inútil

ao Zé Carioca, serviçal babão

que seus efeitos nos sejam útil

e lhe explodam o coração

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 02:09
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Fale, Queiroz

 

Hoje o galo cantou, mas o boi não mugiu

É que o laranja caiu, foi parar no xadrez

é ex-militar e vai delatar a quem se uniu

 

Mulher e filha completam a quadrilha

Fantasmas da propina formam a milícia

mantendo o clã mafioso da bolsofamília

 

Fale, entregue, antes que o pior lhe aconteça

Bandido não tem amigo, pedirão sua cabeça

Salve sua pele e nos livre logo dessa carniça!

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 01:41
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 27 de Junho de 2020

Ave maria

 

Vamos homenagear esses mortos

não importa quem nem quantos são

Interessante serão os futuros votos

da manada, para a próxima eleição

 

Chamem o sanfoneiro, corvo de plantão

e outras aves de rapina, aumenta o cordão

Rezem algo para esconder nossa vilania

traveste o horror numa bela “Ave Maria”

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 00:16
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 21 de Junho de 2020

19/06

 

Tatuado no coração

grafado no RG

teu nome está sempre comigo

nada é maior que você

 

Nascemos no mesmo dia

primogênito tem esse prazer

Herdeiro de tantos trejeitos

um cordão que nunca vai se romper

 

Mas o dia de hoje é só teu

as orquídeas se abrirão pra te ver

os pássaros cantarão, quimeras

todos desejando muitas primaveras

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 01:41
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 13 de Junho de 2020

Um café pra dois

 

Hoje acordei e fiz o café

do jeito que te agrada o paladar

Apesar de tua ausência

aquela essência de nós

se espalhou pelo ar

 

No calor do banheiro, olho o espelho

mal vejo a mim mesmo:

o sorriso escondido, até distorcido

embaçado semblante, distante

num carinho perdido

 

A casa vazia, a xícara na pia

com pouco ainda do teu gosto

A marca da boca na borda da louça

um fundo de cor na memória

da nossa história, aos goles escrita

 

Quanto tudo passar e você retornar

estaremos aqui: a cama, a mesa

a luz da certeza, de um café

pra nós dois

 

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 14:03
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | ADD favoritos
Quarta-feira, 10 de Junho de 2020

A Caverna do Dragão

 

O Mestre dos Magos foi convocado

para transformar a realidade em ficção

recontar os corpos dos infectados

“melhorar” a imagem da Caverna do Dragão

 

Mas logo desistiu, não topou a desventura

ao lado do Vingador. Disse ao discípulo:

“eu não, Presto, essa missão é infortuna

Tiamat deve despertar, vencer o chifrudo

e o caminho retomar, onde mora o futuro”

 

Essa estória sem fim sempre vira do avesso

e a turma de heróis é quem paga o preço

crendo em algozes, ladrões inconfessos

partindo eternamente do mesmo começo

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 00:22
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Segunda-feira, 1 de Junho de 2020

A peste

 

Desfila sobre o cavalo

a ave de rapina

e a boiada em polvorosa

cumpre sua sina

de ser gado de corte

alegria de quem rumina

 

Carcará sobre o cavalo

“coroné” de milícia

cavaleiro do diabo

de ódio contamina

preza pelo apocalipse

e ver a pátria em ruínas

 

Clique no assunto: , , , ,
Publicado por AB Poeta às 21:29
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 31 de Maio de 2020

O “trezentismo”

 

Os “trezentos” de Brasília

é a “Co-Cô-Clã” tupiniquim

mantida com dinheiro público

pago por você e por mim

 

Defendendo a bolsoquadrilha

vagabundos fazendo fortim

Fascismo de encher o penico

fanáticos mascando capim

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 21:02
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quinta-feira, 28 de Maio de 2020

Amor nos tempos de coronavírus II

 

Existe um lado meu

que só existe ao lado teu

e o distanciamento involuntário

fez desse lado um solitário

 

Não há máscara que proteja

dessa obrigatória tristeza

Cativo, no limite da obediência:

coexistir é uma dependência

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 19:40
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Segunda-feira, 25 de Maio de 2020

Aos que abanam o rabo

 

Bolsocão que abana o rabo feliz

quando seu dono fala palavrão

entenda: o país está por um triz

de cair num poço sem chão

 

Por mais normal que possa parecer

ladrar impropérios a torto e a direito

ficou claro que daquele parvo sujeito

é a única coisa que tem a oferecer

 

Comemorar aquele tipo de reunião

é não querer ver que estamos à deriva

à beira do caos, sem liderança ativa

correndo atrás do rabo, feito bobo cão

 

Para quem queria ir à Disney, de avião

dar uma volta na praça, usando coleira

é o que restará. E do seu líder, a sujeira

você colherá o cocô, idólatra bolsocão

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 16:45
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 24 de Maio de 2020

É frias

 

A Cultura virou uma novela:

de “Rainha da Sucata” a “Malhação”

enredos medonhos, nenhuma ação

e a fantasia domina nossa tela

 

Há personagens que a gente elege:

de “Sassa Mutema” a “Sinhozinho Malta”

arquétipos brasileiros enchendo a pauta

de estórias, que sempre se repetem

 

Nosso roteiro está sem diretriz

terraplanista, atriz, generais e seus fuzis

A sequência de capítulos do nosso país

com certeza não terá um final feliz

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 14:20
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Embate chucro

 

Bolsodoria, o grande conflito:

um merda chamam de bosta

o outro bosta chamam de mito

 

O curioso desse atrito

é que quem elegeu um

o outro chamou de bendito

 

Então, vai tomar no seu cu

seu fantoche maldito!

Entenda que o bosta é você

eleitor, mero otário ungido

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 14:17
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 20 de Maio de 2020

Fim de namoro

 

Regina foi embora, sem bufar

no salão, mais de mil palhaços

sem cheiro de talco no ar

 

A nuvem que paira nesse lugar

é negra e preenche todo espaço

Odor de esterco, ânsia de vomitar

 

Restou à namoradinha ir ao cinema

consolação de quem está o bagaço

Para a tevê, talvez um dia volte à cena

Sua vida pública, foi um erro crasso

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 20:37
Link do post | Comentar | ADD favoritos

O grande mentecapto

 

“A Tubaína é doce, a cloroquina, não”

ri o presidente, seu sorriso obscuro

ao vivo na live, para toda a nação

Com esse governo estaremos seguros

bem guardados, a sete palmos do chão

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 02:22
Link do post | Comentar | ADD favoritos

Sacro cheio

 

“Tem um minuto para ouvir a palavra?”

Orientais, protestantes, cristãos

batuques aparte e outros pagãos

Fé demais não cheira bem, diz o ditado

 

Aleluia por dinheiro, os mais dedicados:

lá vem ele com o livro sob o sovaco

e o mesmo papo; então logo despacho:

“na boa, sua religião enche meu sacro!”

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 01:43
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Domingo, 17 de Maio de 2020

A nova política

 

A dita “nova política”

reza pela velha cartilha

O discurso da “nova era”

mantém o eterno “já era”

 

Ideologia, fanatismo, isenção

todos seguem o mesmo “b-a-bá”

garantindo assim o seu quinhão

e à população, uma esmola, quiçá

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 15:10
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 16 de Maio de 2020

Bandeirolas

 

Tão bonita caipirinha

pendura suas calcinhas

no varal, coloridas

rendadas bandeirolas

 

Parece até festa junina:

olha a cobra, toma o quentão

casa comigo de mentirinha

acende a fogueira do meu coração

 

Clique no assunto: , ,
Publicado por AB Poeta às 12:28
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Quarta-feira, 13 de Maio de 2020

Próxima cena

 

Já perdi as contas

de quantos beijos vou te dar

Esse déficit de amor

você há de me pagar

 

E vou te cobrar juros

fazer juras e cenas

e quero receber em beijos

beijos desses de cinema

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 22:58
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sábado, 9 de Maio de 2020

O churrasco

 

Cancelaram o churrasco

a “peladinha”, a comemoração

botaram água no chopp do capitão

 

Dessas reuniões, tenho asco

tamanha é a falta de noção

da turba que comanda a nação

 

Pior é que foi só mais um fiasco

falta de sensibilidade, comunhão

e não vemos horizonte nessa situação

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 18:05
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Sexta-feira, 8 de Maio de 2020

João, o fanfarrão

 

O joão trabalhador

já foi gari, pedreiro, pintor

Liberal à brasileira

é o joão impostor

 

Desde o nascimento

está grudado ao estado

Sanguessuga disfarçado

ímprobo condenado

 

Ainda há o eleitorado

que crê no joão empresário

a mais pura enganação

que já surgiu no plenário

 

Será que muda no próximo pleito

essa parca e distorcida visão?

Será que verão que o eleito

não foi o empresário e sim o fanfarrão?

 

Clique no assunto: , , ,
Publicado por AB Poeta às 20:26
Link do post | Comentar | ADD favoritos
Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda


Poesias declamadas



Todas as publicações

Clique no assunto

todas as tags