Manifestações consciente do inconsciente. Contos e poesia crônica.

Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

pesquise

 

publicações

Um minuto de silêncio

Moluscos

Banquete

PEC(ados)

Lavrador

Declaração

Modelo

Encalço

Haicai V

Viagem

Numa fria

Poema antigo

Encontros

Ombrax

Sós

Coração violento

O que não passa?

Qual será a senha?

Marcados

Cada casa

Lançamento

A desmetamorfose

Um vazio

Paraíso

Noites de Verão

O relógio da vovó

Conto de Fadas

A fonte

Um par

contratempo

a bunda dela

ambidestro

mãe dos sem mães

advérbio

quando fomos nuvens

fossa

prateando

banquete

renda-se

pecado

translação

o fio vermelho

arte final

ossos do ofício

delinear

sinfonia

passarinha

fotogenia

Instagram

a rua e o rio

Confira também



todas as publicações

subscrever feeds

Terça-feira, 27 de Julho de 2010

Tietê

 

Já não rio mais...

porque em teu curso correm negras minhas sobras

e em teu leito sereias mudas e perdidas

desencantam famintos estivadores de passagem

que sonham com suas ilhas

 

Marginais roubaram tuas plumas e deixaram-te

com a pior fantasia

 

Veia exposta que sangra restos

cadáver decúbito eternamente em decomposição

 

Tua beira escura e densa produz

um Narciso inverso

que se irrita por saber que os reflexos

que lhe mostra são

as ruínas de seus desejos

 

Difícil encarar teus olhos verdes-fossa

que tristes me suplicam pureza

 

Eu

Deus eterno e onipotente núcleo do tempo

a ti ignoro

pois sei que fiz de você minha

imagem e semelhança

 

 

publicado por AB Poeta às 02:40
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
8 comentários:
De Ademr a 28 de Julho de 2010 às 02:41
olha cara
parabpens
você escreve muito
seria um prazer poder trocar idéias com você
valeu
grande abraço
De AB Poeta a 28 de Julho de 2010 às 12:14
Vlw brother, pelo comentário!

add ai em alguma rede social:

www.meadiciona.com.br/mundoid

@mundoid

Vlw, abrçss
De Ademir a 28 de Julho de 2010 às 14:29
opa
valeu
então
teu link
não funciona
tem algo aí

então
me ajuda a publicar também amigo
escrevo algumas coisinhas
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

opa <BR>valeu <BR>então <BR>teu link <BR>não funciona <BR>tem algo aí <BR><BR>então <BR>me ajuda a publicar também amigo <BR>escrevo algumas coisinhas <BR class=incorrect name="incorrect" <a>rssss</A> <BR>abraço
De AB Poeta a 28 de Julho de 2010 às 14:57
O link funciona sim, tem que copiar e colar na barra de endereços.

Fiz meu livro independente, não tive um real de ajuda... Mandei-o para algumas editoras, mas fui ignorado, preferi fazer do bolso.

Abrçss
De Fernanda a 30 de Julho de 2010 às 14:13
Excelente poesia, André! Parabéns! As temáticas são boas e lida muito bem com as palavras, curti.

Abraços e bom fim de semana!
De AB Poeta a 30 de Julho de 2010 às 14:51
Flw Fernanda, obrigado pelo comentário!

Bjs
De JR BRÁZ a 15 de Outubro de 2012 às 23:43
Massa Poeta!
Muito bom!

Abrax!
De AB Poeta a 16 de Outubro de 2012 às 00:38
Vlw, JR, obrigado pelo comentário!

Abrçs

comentar post

Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda



Poesias declamadas


Clique no assunto

todas as tags