Manifestações consciente do inconsciente. Contos e poesia crônica.

Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pesquise

 

publicações

Banquete

PEC(ados)

Lavrador

Declaração

Modelo

Encalço

Haicai V

Viagem

Numa fria

Poema antigo

Encontros

Ombrax

Sós

Coração violento

O que não passa?

Qual será a senha?

Marcados

Cada casa

Lançamento

A desmetamorfose

Um vazio

Paraíso

Noites de Verão

O relógio da vovó

Conto de Fadas

A fonte

Um par

contratempo

a bunda dela

ambidestro

mãe dos sem mães

advérbio

quando fomos nuvens

fossa

prateando

banquete

renda-se

pecado

translação

o fio vermelho

arte final

ossos do ofício

delinear

sinfonia

passarinha

fotogenia

Instagram

a rua e o rio

viva voz

anseio

Confira também



todas as publicações

subscrever feeds

Quinta-feira, 6 de Maio de 2010

Sol a cio

 

Ao sul

Do seu

Seio (macio)

O sol

Nasce

A cio

 

Sem ser

Seu

Norte

Soul

(só) Vazio

 

Somos um

Somos som

Somos rio

 

No leito

Sol a sol

Somos soul

Sol a cio

 

Clique no assunto: , ,
publicado por AB Poeta às 14:10
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
6 comentários:
De Poetas do Caos a 8 de Maio de 2010 às 14:14
Excelente! Parabéns!
De AB Poeta a 8 de Maio de 2010 às 14:49
Vlw brother! vou conferir o myspace de vocês. abrçss
De Valdecy Alves a 12 de Maio de 2010 às 20:39
Amigos poetas blogueiros, parabéns por utilizarem a internet como forma de dividir com o mundo o seu pensar, o seu compreender, desempenhando a missão do poeta que é se afirmar como ser humano, sobretudo perante si mesmo, captar os arquétipos coletivos de sua época e princípios universais, permitindo após compreender-se ou não compreender-se, que pela sua obra os da sua época tenham referência alternativa para fazer a leitura do mundo e as gerações posteriores entenderem a própria história da humanidade. Tudo temperado pelo sonho, pela sensibilidade e pela utopia. PASSOU A ÉPOCA DE ESCREVERMOS E GUARDAR NA GAVETA NOSSAS CRIAÇÕES DEPOIS DOS MAIS PRÓXIMOS FINGIREM TER LIDO PARA NOS AGRADAR. Através do meu blog quero aprensentar-lhes a video-poesia, que usa várias linguagens de uma só feita, a serviço do texto. Se gostar divulgue e compartilhe com os seus contatos. Acessar em:

www.valdecyalves.blogspot.com
De AB Poeta a 12 de Maio de 2010 às 22:13
Vlw pelo comentário. Vou ver seu blog.

Abrçss
De valéria tarelho a 25 de Maio de 2010 às 17:59
perfeito!
fiquei uns dias sem tuitar, quando vc aprontar essas maravilhas, me manda por e-mail :)

amei, amei!

beijo!
De AB Poeta a 25 de Maio de 2010 às 18:45
OK! Eu também tinha esquecido de twittá-lo (olha ai uma palavra nova!)

Bjs

comentar post

Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda



Poesias declamadas


Clique no assunto

todas as tags