Manifestações consciente do inconsciente. Contos e poesia crônica.

Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

pesquise

 

publicações

Moluscos

Banquete

PEC(ados)

Lavrador

Declaração

Modelo

Encalço

Haicai V

Viagem

Numa fria

Poema antigo

Encontros

Ombrax

Sós

Coração violento

O que não passa?

Qual será a senha?

Marcados

Cada casa

Lançamento

A desmetamorfose

Um vazio

Paraíso

Noites de Verão

O relógio da vovó

Conto de Fadas

A fonte

Um par

contratempo

a bunda dela

ambidestro

mãe dos sem mães

advérbio

quando fomos nuvens

fossa

prateando

banquete

renda-se

pecado

translação

o fio vermelho

arte final

ossos do ofício

delinear

sinfonia

passarinha

fotogenia

Instagram

a rua e o rio

viva voz

Confira também



todas as publicações

subscrever feeds

Sexta-feira, 29 de Agosto de 2008

Homem de Ferro

Stan Lee, hoje com oitenta e cinco anos, nunca imaginaria que sua personagem, o Iron Man (Homem de Ferro), que foi criado em 1963, seria a estrela principal de um longa metragem. Até que demorou para o super-herói voar dos quadrinhos para as grandes telas cinematográficas, já que o mundo Marvel nos cinemas aumenta cada vez mais.


Robert Downey Jr. faz o papel do mega cientista e playboy Tony Stark, um dos homens mais inteligentes do mundo, e que sofre uma crise existencial logo após ser sequestrado por terroristas paquistaneses (que coincidência: terroristas paquistaneses num filme americano!) e ver que as armas que desenvolve, em nome da “segurança mundial”, são vendidas aos principais inimigos norte-americanos. É forçado pelos sequestradores a desenvolver um míssel de grande potência, mas como é muito, mas muito inteligente, fez o que seria o protótipo de sua grande invenção: a armadura do Homem de Ferro! Ohohohoh! Nem o Macgyver conseguiria supera-lo.
Stark depois descobre que foi traído, que as armas eram vendidas para os terroristas pelo seu melhor amigo (clichesasso!). Mas, sabe como é: ele voltou, fez uma putz armadura, voou de Nova York até o Paquistão (homem de ferro, espectador de ferro, culhão de aço!) e venceu todos os caras maus. Nada de novo.


Com certeza, o professor que está lendo este relatório deve estar se perguntando: esse aluno ta é de brincadeira comigo? Não, não estou.
O que realmente chamou a atenção no filme foi o merchandising apresentado durante ele. Geralmente eles são embutidos de maneira discreta, mas nesse filme... Vamos para o primeiro de três, os mais descarados:

 

Tony está num Jeep, em algum lugar num deserto, com mais três soldados americanos. Um deles pede para tirar uma foto ao seu lado. Tony diz: “tudo bem, pode tirar... Depois você coloca no MY SPASCE”. Até ai tudo bem, esse foi o primeiro, ainda da para relevar.


O segundo: Tony recebe um telefonema, nesse mesmo deserto sei lá onde. Pega o seu ultra-celular que tem uma tela onde aparece a cara de seu interlocutor (caramba, quanta tecnologia) e, claro, a marca LG. Agora preparense!


O terceiro, e pior deles: Depois de ficar três meses nas mãos dos terroristas, Tony é resgatado (depois de uma espetacular fuga). Seus assessores querem que ele vá urgente ao hospital mais próximo. Tony se nega a ir: “Não! Antes de qualquer coisa quero um cheese-burguer!” (mais americano impossível!). Seu pedido é atendido, e recebe em mãos um pacote do BURGUER KING. O mais curioso é que ele come dois chesse-burgueres, sendo que o primeiro tem o logo do BURGUER KING, já o segundo não, tem somente uma mancha vermelha no papel que o embrulha.


É Tony, da próxima vez que fabricar uma armadura, fugir de forma espetacular de sequestradores paquistaneses, e quiser comer um hambúrguer a qualquer custo, pede para o Ronald, talvez ele te pague dois.

 

Puta enlatado americano! E não estou me referindo ao Sr. Stark. Mas, pelo menos, a trilha sonora é puro rock'n'roll.

 

Para baixar:

Iron Man - Black Sabbath

AC/DC - Back in Black

 

Assista: Iron Man (E.U.A. - 2008) - Direção de Jon Favreau

 

 


Clique no assunto: ,
publicado por AB Poeta às 13:27
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
Follow ABPoeta on Twitter
Instagram

Compre meus livros


Livros por demanda



Poesias declamadas


Clique no assunto

todas as tags